Mateus

lembro-me perfeitamente do dia 11 de setembro de 2006.
lembro-me de ver o Mateus, o meu sobrinho querido, chegar enrolado numa mantinha azul. Vinha de olhos fechados e (ainda) a brincar com as mãos, pequeninas, pequeninas, quando passou por nós, família desejosa de lhe pôr os beijinhos em dia...
lembro-me de pensar que queria muito que ele crescesse para que nos tornássemos Amigos e pudéssemos conversar... e hoje assim é!
o melhor das conversas que podemos ter, pelo menos para mim, é quando ele me diz "adoro-te tia"! mas isto é suspeito.
existem, no entanto, outros momentos como quando ele vem cá a casa e com aqueles olhinhos redondos, girando sobre si próprio e contemplando a casa me pergunta: "Tia, a tua casa está em obras... outra vez?" ao que tenho que responder..."não, está só desarrumada..." :))



Enviar um comentário

Mensagens populares