Cadernos de viagem: Algarve

Este caderninho é especial. Não porque tenhamos ido a um sítio diferente ou porque tenhamos feito alguma coisa fora da caixa que nunca tivéssemos feito antes. Aliás fizemos o que sabemos fazer nas férias: acordámos sem correrias, brincámos, fomos à praia, dormimos sestas, tomámos banho de mangueira, demos longos abraços, calçaram-se sapatos direitos em pés esquerdos, brincámos aos monstros. Nada de especial. Tudo de especial. Porque estamos aqui. O caderninho capta no último dia a tristeza de quem desenha e nele estão contidas ideias para hoje e sempre. Amar, ser feliz e dar valor ao que interessa. a vida é curta e frágil.






















Enviar um comentário

Mensagens populares